chocolate amargo faz bem

Chocolate Amargo Faz Bem? Descubra em Nosso Artigo

 

Esta é, sem dúvida, a pergunta que mais aparece entre os amantes de chocolate: afinal, o chocolate amargo faz bem? Afinal, ouvimos falar tanto sobre benefícios e malefícios sobre todos os tipos de chocolate, que muitas vezes esta resposta pode ser um pouco vaga.

Foi pensando exatamente nisso que montamos o artigo de hoje. Nele vamos mostrar a você todos os benefícios – e também os malefícios – do consumo regular de um bom chocolate amargo. Porém, lembre-se que todas essas considerações estão pautadas em um consumo moderado, ok?

Afinal, é claro que qualquer excesso, pode ser prejudicial para a saúde.

Vamos a nossa lista de vantagens e desvantagens:

 

Chocolate amargo faz bem? Descubra os benefícios

 

Aumenta o metabolismo

Um ponto sobre o chocolate amargo é incontestável: ele acelera o nosso metabolismo. Ou seja, ele aumenta a capacidade do nosso corpo de queimar calorias com atividades metabólicas como circulação sanguínea, respiração, batimentos cardíacos, etc.

O que significa que o consumo consciente dessa guloseima acelera o “trabalho” do nosso organismo, deixando-o mais ativo e propenso a perda de peso. Mas, obviamente, desde que o consumo seja moderado! Pois, apesar de aumentar o metabolismo, o chocolate amargo ainda contém calorias, ok?

Protege a saúde do coração

O consumo moderado e regular do chocolate amargo protege a saúde do nosso coração, diminuindo em até 66% a chance de sofrermos um infarto.

 

Reduz o apetite

Além de acelerar a queima de gordura corporal, o chocolate amargo ainda reduz o nosso apetite! E isso ocorre, pois o mesmo é absorvido mais lentamente pelo corpo, o que nos dá a sensação de saciedade por mais tempo.

Desse modo, o nosso apetite diminui e a nossa queima corporal aumenta, sendo uma ótima sobremesa para quem está buscando a perda de peso, sem deixar de lado os prazeres de um bom chocolate.

 

Melhora os níveis do colesterol “ruim”

O chocolate amargo protege o nosso coração reduzindo a chance de infarto e ainda reduzindo os níveis do colesterol ruim! Isso ocorre porque o cacau é capaz de estimular o aumento nos níveis do colesterol bom. Como consequência, há uma expressiva redução nos níveis do ruim.

 

Controla a pressão arterial

Para quem sofre com a constante oscilação de pressão arterial e hipertensão, pode se deliciar com um pedaço delicioso de chocolate amargo. As catequinas e os antioxidantes do chocolate é que são responsáveis por esse resultado: são elas que inibem a enzima que aumenta a pressão sanguínea. Desse modo, o alimento ajuda a manter uma pressão estável, sem aumentos exorbitantes.

 

Estabiliza os níveis de glicose no sangue

Esse chocolate amargo é, sem dúvida, a melhor guloseima para um diabético! Afinal, só quem sofre com os as oscilações dos níveis de açúcar no sangue sabe o quão difícil é encontrar uma guloseima que não seja prejudicial.

Nesse caso, optar por um bom chocolate amargo, além de não aumentar o açúcar no sangue, pode ainda ajudar a estabilizar a glicose! Seu consumo equilibra a produção de insulina, proporcionando um efeito de estabilidade para os níveis de glicose no corpo. Mas cuidado, sempre consulte seu médico para saber se esse alimento está liberado para você.

 

Fonte de antioxidantes

São os antioxidantes que protegem todas as nossas células do corpo. Afinal, são eles que mantêm os radicais livres (causadores da grande maioria de cânceres), longe do nosso organismo.

E o chocolate amargo é uma fonte riquíssima de antioxidantes. Protegendo assim, o nosso organismo de uma maneira geral.

 

Proporciona sensação de bem estar

E por fim, é claro que este benefício não poderia faltar na nossa lista! Afinal, se chocolate amargo faz bem, é claro que ele faz bem para o nosso corpo, proporcionando bem estar.

Pois a sua ingestão proporciona a liberação de dopamina, que nos traz exatamente esse sentimento de relaxamento e prazer. E é por isso que o chocolate é um dos maiores amigos dos apaixonados por doces.

Porém, mantenha sempre o alerta: o excesso pode ser prejudicial à saúde, e o chocolate não pode ser a única fonte de prazer e bem estar, ok? Ele pode ser apenas um complemento para os nossos dias.

 

E os malefícios? Precisamos falar sobre eles!

Que o chocolate amargo faz bem, isso já ficou bem claro. Mas, obviamente, nem tudo são flores, não é mesmo? E por isso é importante pensarmos nos possíveis malefícios que o consumo desta guloseima pode provocar.

A boa notícia é que a lista é menor que a de benefícios!

Então vamos a ela:

Insônia

O chocolate amargo, assim como quase todos os chocolates, apresenta uma grande quantidade de cafeína em sua composição. Desse modo, não é aconselhável consumir este doce à noite, já que ele poderá provocar insônia.

Por essa razão, é indicado consumir 50 g pela manhã, para sentir-se mais disposto e energizado para o longo dia pela frente.

 

Agitação

Ainda por conta da cafeína, o consumo em excesso do chocolate amargo pode desencadear agitação, irritabilidade e até tremores. Mas, obviamente, apenas com um consumo demasiado! Um consumo moderado não será capaz de desencadear estes sintomas.

 

Azia e dor de estômago

Por fim, a cafeína – grande vilã – pode também provocar crises de azia e dores no estômago. Por essa razão o consumo precisa ser feito com cautela, e de preferência nunca com o estômago vazio, ok?

 

O segredo está na moderação!

Entretanto, ficou claro que o segredo está na moderação. Ou seja, o chocolate amargo faz bem, desde que o seu consumo não seja exagerado e nem frequente! Você precisa ter em mente que ainda estamos tratando de uma guloseima e que, além disso, ainda é chocolate!

Sabendo de todas essas informações, você já pode incluir o chocolate amargo em sua dieta diária, a fim de proporcionar diversas vantagens para o seu organismo. Aproveite!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *