doce com chocolate

Chocolate Argentino e Alfajor: Melhores e Mais Famosas Marcas

A Argentina, um dos países vizinhos do Brasil, é um dos expoentes mundiais na produção de vinho, mas também figura como um importante produtor de chocolates artesanais. Além disso, nossos “hermanos” possuem uma fábrica própria da marca suíça, Milka, aquela dos chocolates com a vaquinha roxa nas embalagens, que são uma ótima opção de chocolate para trazer bagagem depois de uma visita ao país.

 

Principais marcas de chocolate da Argentina

 

Alfajor Havanna

A Havanna é muito conhecida dos brasileiros, sobretudo pelos seus alfajores, mas a marca também possui uma linha completa de chocolates finos. São tabletes, além de bombons em formato tradicional, de coroas e corações. Os bombons possuem oito sabores diferentes, todos recheados com o tradicional doce de leite da marca.

Além disso, outro produto que é de encher os olhos de qualquer chocólatra são os Havannets, doces com base de alfajor, recheio de doce de leite e cobertura de chocolate ao leite.

Além de uma extensa lista de lojas físicas por todo o Brasil, a Havanna ainda possui um e-commerce onde é possível adquirir os chocolates da marca.

A história da Havanna começou em 1939. Na época, os alfajores eram comercializados sob o nome de Santa Monica, produzidos em uma pequena fábrica de Buenos Aires.

Uma bomboniere de Mar Del Plata era um dos principais clientes da marca, que viu ali uma oportunidade de expandir a empresa. Assim, foi fundada a marca Havanna que até hoje é sinônimo de alfajor e qualidade, além de ser um símbolo argentino entre os brasileiros.

As guloseimas da Havanna são as principais lembrancinhas escolhidas por quem visita o país vizinho e quer trazer um mimo para presentear amigos e familiares.

 

Chocolates Rapanui

A Rapanui tem diversos endereços pela Argentina, em especial em Bariloche e Buenos Aires, e é daquelas marcas que nos fazem querer experimentar absolutamente todos os chocolates. Especializada em chocolates finos, a marca aposta do visual impecável dos seus bombons para derreter o coração dos clientes.

A história da marca argentina começou ainda na Itália, na cidade de Turim, a que mais possui tradição na produção de chocolates italianos. É nesta cidade que o chocolatier Aldo Fenoglio, o responsável pelas criações originais da Rapanui, produzia suas iguarias antes de precisar imigrar para a Argentina, após a Segunda Guerra Mundial. Nesta época, como a Europa ficou devastada, era muito comum que países como Brasil e Argentina recebessem grande número de imigrantes europeus.

Uma vez acomodado com sua família em Bariloche, Aldo retomou a produção de seus chocolates, passando os seus ensinamentos de geração para geração. Seu legado é o responsável pelo sucesso desta empresa tão tradicional na Argentina, que foi nomeada Rapanui somente em 1996.

A marca não possui ainda pontos de venda no Brasil, mas como a Argentina está a poucas horas do Brasil, é de se pensar em dar um pulo no país vizinho para, entre outras coisas, experimentar seus chocolates.

 

Del Turista

De Bariloche também vem outra marca de chocolates tradicional na Argentina, a Del Turista. Os bombons e demais chocolates da marca são produzidos na região da Patagônia com cacau importado do Brasil.

Tudo começou em 1940, também com a imigração de uma família italiana, que trouxe na bagagem os seus dotes para a preparação artesanal de chocolates finos. A família Secco trocou a paisagem dos Alpes suíços, na região italiana de Veneto, para as montanhas com picos nevados da Cordilheira dos Andes, na região de Bariloche. Ali, a marca se desenvolveu e expandiu para uma rede de franquias, com diversos endereços na Argentina e também no Chile.

 

Chocolates Milka

Apesar de se tratar de uma empresa originalmente suíça, a Milka é uma das marcas produzidas pela gigante Mondelēz em território argentino. A produção teve início em 2012, graças aos esforços pessoais da então presidente Cristina Kirchner.

Por possuir sua produção local, a Milka disponibiliza sabores e combinações únicas no mercado argentino, que não são encontradas no Brasil, até porque as importadoras do chocolate por aqui costumam trabalhar com as versões produzidas na Europa.

Tal fato faz dos chocolates Milka uma ótima lembrancinha para trazer na bagagem quando viajar ao país vizinho.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre as marcas de chocolates da Argentina? Deixe um comentário contando se já teve a oportunidade de experimentar alguma delas.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *