nomes de chocolates

Nomes de Chocolates – Conheça os Principais

 

Você sabia que, todos os nomes de chocolates carregam consigo uma história única e encantadora? Não?

Sendo assim, lhe convidamos a seguir no nosso guia sobre os nomes de chocolates e, a partir disso, conhecer um pouco mais sobre cada doce que faz parte do nosso dia a dia.

Todavia, temos certeza que conhecendo um pouco mais sobre cada um deles, o momento de degustação se tornará ainda mais prazeroso. Confira.

 

Conheça os principais nomes de chocolates

 

Alpino

 

O chocolate Alpino é produzido pela indústria alimentícia Nestlé. Inicialmente, em 1959, era fabricado apenas na versão de bombom. Todavia, em 2005, a empresa lançou a junção do delicioso Suflair com o chocolate Alpino, formando assim, o Suflair Alpino. Neste mesmo ano era produzida a primeira barra do Alpino.

Entretanto, mais tarde, nos anos de 2006 e 2007, a empresa idealizou o primeiro ovo de Páscoa da linha, em duas versões: com duas ou três camadas de chocolate.

Todavia, o chocolate Alpino é considerado o mais “puro” da marca Nestlé, com um sabor inconfundível, que derrete na boca.

Seu nome carrega a sofisticação dos Alpes Suíços.

 

Baton

 

Lançado no ano de 1956, inicialmente chamado de Bastão Leite Mel, o chocolate Baton é inconfundível com o seu formato original não-tablete. Produzido pela indústria Garoto, este chocolate ocupa o lugar do produto mais vendido para o público infantil deste segmento.

A princípio, tinha uma única versão no sabor chocolate que, mais tarde, abrangeu para as versões de chocolate branco e misto de chocolate branco com preto.

Entretanto, o sucesso do Baton abrange uma população de cerca de 18 milhões de consumidores por ano.

Todavia, como seu próprio nome já diz, os chocolates Baton levam o formato do produto de maquiagem.

 

Bis

 

O chocolate Bis é um doce do tipo wafer, recheado e coberto por chocolate. Inicialmente, o Bis era vendido apenas na versão de chocolate preto.

Entretanto, com o passar dos anos e com o aumento do consumo desta guloseima, outras versões, inclusive algumas limitadas, foram lançadas. Dentre elas, o Bis chocolate branco, e diversos Bis com recheios diferenciados de morango, laranja, avelã e limão.

Este produto é produzido pela marca de chocolates Lacta e, carrega este nome dando analogia ao fato de ser impossível comer um só. Afinal, quem come um Bis sempre pede bis.

 

Charge

 

O chocolate Charge é produzido também pela Nestlé e apresenta um delicioso e cremoso sabor inconfundível.

Recheado com amendoim e caramelo, este chocolate é vendido tanto na caixa de bombons Nestlé Especialidades, quanto avulso.

 

Diamante Negro

 

A linha de chocolates Diamante Negro pertence à Lacta, que atualmente é propriedade da Kraft Foods.

O chocolate leva este nome em homenagem ao melhor jogador da copa do mundo de 1938, que levava o apelido de “Diamante Negro”.

Leônidas da Silva, o jogador, recebeu três mil réis pelo uso da marca, na época.

Sendo assim, o Diamante Negro carrega consigo uma história muito interessante, entregando, diariamente, o delicioso sabor do chocolate ao leite com pedaços crocantes de castanha de caju e mel a todos os seus fãs.

 

Kit Kat

 

O chocolate Kit Kat carrega consigo o peso de uma deliciosa e inconfundível marca. Um wafer crocante, coberto com o mais puro chocolate ao leite é considerado uma tentação irresistível para os chocólatras.

Tudo começou no dia 29 de agosto de 1935, quando a empresa Rowentree Limited of York lançou o Kit Kat no mercado.

Entretanto, desde lá este doce se destaca dos demais produtos do mesmo segmento. O sucesso do Kit Kat surgiu a partir de uma idealização diferente: proporcionar um snack nutritivo e saboroso que pudesse ser carregado nas marmitas dos trabalhadores.

Inicialmente, a marca era chamada de “Fingers” e, apenas em 1937 este doce foi batizado com o nome que carrega até hoje.

 

Laka

 

O chocolate Laka é produzido pela indústria alimentícia Lacta. Sendo este, o primeiro chocolate branco vendido nos mercados brasileiros.

Dessa maneira, por ser o pioneiro neste segmento, o seu incrível sabor tornou-se referência e campeão de vendas, em comparação com os outros chocolates brancos que foram lançados mais tarde.

Sua produção iniciou-se entre as décadas de 1950 e 1960, traçando os primeiros passos do sucesso deste chocolate.

 

Milka

 

O delicioso e incomparável chocolate Milka desperta o desejo de todo chocólatra. Seja na versão ao leite, recheado ou em formatos diferenciados, este chocolate carrega consigo um slogan muito pertinente a marca: “A mais tenra sensação desde que o chocolate foi inventado”.

Sendo assim, este doce proporciona sensações em quem o consome, desde muito tempo. Mais especificamente, a partir do ano de 1850, quando foi produzido pela primeira vez na cidade de Neuchâtel, na Suíça.

Todavia, o chocolate Milka foi quem revolucionou o mercado dos chocolates. Uma vez que, naquela época, estes doces eram vendidos apenas para a elite, com preços altíssimos. Philippe Suchard, no entanto, trouxe esta guloseima para um patamar mais popular, com preços acessíveis para todos.

 

Ouro Branco

 

O bombom Ouro Branco é outro chocolate produzido pela empresa Lacta. Assim como o chocolate Laka, este foi o primeiro bombom de chocolate branco comercializado em nosso país.

A sua brilhante embalagem dourada carrega a sofisticação do ouro, deixando o momento de apreciação do doce ainda mais significativo.

Dessa maneira, o mercado do Ouro Branco abriu suas portas no Brasil nas décadas de 1950 e 1960.

Sendo um delicioso bombom recheado com um creme sabor chocolate, castanha de caju e flocos de arroz, finalizando com uma fina e crocante camada de wafer banhado em chocolate branco.

Dessa forma, assim como o Laka, o Ouro Branco sempre foi (e permanece sendo) referência na categoria de chocolates brancos.

 

Prestígio

 

Sendo um delicioso chocolate com coco da Nestlé, o Prestígio chega aos mercados na década de 1960. Seu nome carrega o que literalmente quer dizer: o prestígio de consumir um chocolate diferente dos demais.

Atualmente, sua formulação incrementa outros doces, como picolé, sorvete, biscoitos recheados e wafer recheado.

Todavia, estas pequenas barras de chocolate recheadas com coco tornaram-se, com o passar dos anos, a marca líder no segmento de chocolate com coco.

 

Sonho de Valsa

 

Foi em 1938 que a tradicional e famosa fábrica de chocolates Lacta lançou no mercado o seu famoso e inconfundível bombom Sonho de Valsa.

Todavia, sua formulação a partir de um recheio cremoso de castanha de caju, coberto com duas camadas generosas de chocolate, o Sonho de Valsa tornou-se um ícone dos casais apaixonados.

Inicialmente apenas vendido a quilo e para o público feminino, entretanto, mais tarde, a Lacta resolveu investir em outro nicho de mercado: passou a vender o bombom em bares, num tamanho relativamente grande que pudesse saciar as vontades de um homem.

No entanto, um tempo depois, o slogan “saboreie um bombom com a sua namorada” trouxe de vez o público masculino para a cota de fãs deste chocolate.

 

Suflair

 

Foi na década de 1970 que o tradicional chocolate Suflair começava a dar as caras no mercado dos chocolates.

Sendo assim, o seu nome vem da junção de duas palavras: Sufle + air, dando a entender o formato de suas barras. Uma vez que, na tradução literal, significa “Sopro no ar”.

A leveza e a doçura desta barra desperta as mais infinitas sensações nos chocólatras de carteirinha.

 

Cada pedacinho proporciona uma sensação

 

Agora que você já conheceu um pouco mais sobre os chocolates mais tradicionais, entendendo até o que os seus nomes significam, eu lhe convido a eleger o seu favorito.

Sendo assim, o que mais tem agradado o seu paladar? Prestigiar um bom chocolate? Ou então, a sensação de um sopro no ar?

Porém, uma coisa nos é certa: cada pedacinho proporciona uma sensação única, carregada de significados e histórias. Delicie-se neste mundo de inesgotáveis sensações.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *